7 Super Dicas para Decorar seu Home Office

7 Super Dicas para Decorar seu Home Office

Hoje se tornou muito habitual as pessoas trabalharem em casa, com a tecnologia em mãos como notebooks e smartphones, tudo ficou muito fácil.  Para criar uma rotina de trabalho, a melhor opção é ter um home office. Este espaço pode ser um cômodo exclusivo ou um espacinho planejado dentro do quarto, de um canto na sala, ou até mesmo no corredor.

Quando o home office compartilha o espaço de um cômodo cuja função principal não é trabalhar, é necessário redobrar a atenção quanto a questão da organização. Para você ter o máximo de rendimento no seu trabalho, cuide para que papéis e documentos sejam guardados adequadamente. Não existe home office planejado e eficiente sem uma série de gavetas e portas, para documentos, impressora, tomadas e fiação.

 

A seguir 7 dicas infalíveis para você decorar o seu Home Office.

 

DICA 01 –  AS OPÇÕES DE CORES PARA SEU HOME OFFICE

O que devemos levar em consideração na hora de escolher:

 

Em primeiro lugar devemos analisar as tarefas que serão executadas no local.

Você vai realizar muita leitura, escrita, uso de computador?

Vai ouvir áudios e assistir vídeos? Vai receber clientes, fazer vídeo conferências?

A Decoração Sem Dúvida preparou um e-book gratuito que apresenta as melhores e piores cores para cada ambiente. Peça aqui sua cópia https://decoracaosemduvida.com.br/download-ebook-decoracao/

Eu por exemplo, divido meu tempo de trabalho entre meu escritório e meu home office.

Em casa eu faço gravações em vídeos, onde respondo dúvidas, e ensino decoração de interiores. Minhas  principais preocupações foram ter uma boa acústica e escolher uma cor apropriada nas paredes, para aparecer nos vídeos.

Como você vê, é fundamental pensar como adequar seu espaço ao principal uso do seu home office. A partir desta definição podemos pensar nas cores da parede que vamos querer destacar para este espaço.

Já é sabido através de muita literatura e pesquisas realizadas por universidades, que a cor do ambiente exerce um poder sobre a sua energia, criatividade e foco, portanto vamos descobrir qual é a melhor cor para o seu Home Office.

 

Azul e Verde

 

Começamos pelo azul que é uma cor que acalma, promove sensação de confiança e ajuda na comunicação.De todas as cores do círculo cromático, azul é a escolha número um, no mundo todo.Agrada homens e mulheres, jovens e idosos, e está associado à paz e segurança.

Já se você busca inspiração, projetos diferentes, escolha um tom de verde. Ele reduz a ansiedade e o desgaste visual. Aspecto importante, principalmente onde computadores são usados com muita frequência.

Parede pintada em Coral.Essa cor trás energia e positividade para o espaço. Mas cuidado, não são todas as pessoas que toleram tons vivos como esse. Fonte: apartmenttherapy

Home Office com cores quentes.

Vermelho e Amarelo

 

As cores mais quentes, como o vermelho são boas opções para aqueles que trabalham até mais tarde.  O vermelho estimula a atividade cerebral. É lógico que você não vai pintar as paredes do seu home office de vermelho, basta um poster e uma cadeira ou uma luminária. Já o laranja é indicado para aumentar a energia do local

. O Amarelo é considerada uma cor alegre e induz o otimismo.  Recomendamos dosar o uso destas cores primárias com outras cores, pois em excesso pode causar ansiedade. A cor que melhor faz a função de amenizar o efeito das cores primárias é o cinza.  Aprenda a combinar as cores para sua casa toda, do sofá ao tapete, das paredes aos enfeites com a Designer de Interiores Silvana Hindi   https://decoracaosemduvida.com.br/cursos

O branco passa a sensação de espaço maior e se o ambiente possuir muita luz natural promove a criatividade.

 

Os tons pastéis no geral, são os preferidos de muitas pessoas, porém é necessário usar algumas cores vivas, pois  elas contribuem para estimular a criatividade, o bom-humor, a lucidez e a inteligência

 

Paredes revestidas com madeira ajudam a melhorar a acústica do ambiente e manter o barulho do lado de fora.

 

 

 

DICA 2 – ESCOLHA  MÓVEIS  ADEQUADOS PARA  O HOME OFFICE

 

Escolher os móveis para o Home Office vai depender do seu orçamento. Onde pretende montá-lo? Em um espaço exclusivo? No canto da sala? No quarto?

 

Se for no quarto por exemplo, o ideal é gastar um pouco mais e optar por móveis planejados especialmente para o local. Eles serão  projetados nas medidas e acabamentos adequados, para ocupar o menor espaço possível, permitindo uma boa circulação.

Também muito importante é inseri-lo na decoração do quarto para que não sobressaia. Use uma madeira já usada em outro elemento, combine as cores e os objetos. Você não quer que pensem que você dorme no escritório.não é?

Vamos começar pela mesa do escritório, ela é o principal elemento para montar um home office. É nela que você vai organizar as suas coisas, o computador, impressora, bloco de notas, canetas e outros objetos necessários para ter em mãos.  Depois de definir o local, tire as medidas corretas para escolher a mesa ideal.

 

 

DICA 3 – PARA LUGARES PEQUENOS, MÓVEIS PLANEJADOS

 

Observe a iluminação ao fundo da prateleiras feita com fitas de LED. O efeito é imbatível.

 

Móveis sob medida são as melhores opções para espaços pequenos, assim como para espaços compartilhados. Um Home Office planejado oferece várias soluções eficientes como: gaveta para embutir tomadas, trilhos para pastas de arquivos, canaleta para esconder tomadas e cabos, móveis que “escondem a impressora, entre outros.

 

Use e abuse do espaço das paredes, colocando prateleiras com pouca profundidade para organizar livros , ou tintas, ou novelos de lã…. Outra dica é escolher por exemplo, uma mesa retrátil, pois quando acabar o trabalho é só guardar a mesa de novo e tudo fica arrumado.

 

Home office também tem estilo. A imagem acima a esquerda mostra cadeira, porta treco, luminária, calendário.. tudo inspirado nos anos de 1970. Fonte:apartmenttherapy

 

 

DICA 4 – A MELHOR CADEIRA É ERGOMÉTRICA

Recomendamos que invista em uma cadeira funcional e confortável, pois vai passar muitas horas nela e é importante investir na qualidade da sua postura,  o que certamente vai influenciar na qualidade do seu trabalho. As cadeiras ergométricas são voltadas à prevenção de lesões e doenças laborais utilizando recursos e equipamentos adequados.

 

DICA 5: O APOIO PARA OS PÉS

Muitas vezes não damos importância ao apoio de pé, mais saiba que ele é fundamental para quem trabalha muitas horas sentado.

Os especialistas afirmam que para trabalhar sentado, o ideal é estar com  a planta dos pés 100% apoiadas em uma superfície, enquanto a região lombar deve ficar encostada no espaldar da cadeira. Não é correto ficar na ponta dos pés ou ficar com os pés ‘flutuando’ no ar.

Se voçê não consegue manter as pernas num ângulo de 90 graus ao sentar-se, e manter os pés no chão, é hora de usar um apoio para os pés. Projetar a lombar para frente para apoiar os pés no chão, prejudica muito  sua postura.  Fonte: www.realiza.com.br

 

 

Use um apoio para os pés para usar enquanto trabalha no seu home office. É fundamental para uma boa postura. Fonte:kalunga

Saiba mais sobre a importância da Ergonomia em :

https://decoracaosemduvida.com.br/o-design-de-interiores-e-a-ergonomia/

 

 

DICA 6:  A ILUMINAÇÃO  EFICIENTE NO HOME OFFICE

Uma boa iluminação no espaço de trabalho faz toda a diferença.

 

Se você tiver a oportunidade de montar o seu Home Office em um espaço com iluminação natural, (se cômodo próprio) posicione a mesa de trabalho de maneira que você fique de lado para uma janela. A luz do dia é agradável e não cansa a vista, além de  ajudar a economizar energia elétrica.  Para o final do dia, a noite ou em dias nublados, é importante escolher uma iluminação artificial que não afete os olhos. Veja algumas sugestões.

 

Nessa imagem vemos spots com lâmpadas LED no teto e abaixo das prateleiras que ficam acima da escrivaninha. Além de luminária direcionável como luz de tarefa, próxima ao teclado. Fonte: Wayfair

 

Você sempre fará uso de uma luminária sobre a mesa. Sempre. Chama-se luminária de tarefa, e vai mover-se sobre seu trabalho nos momentos em que a luz do cômodo estiver insuficiente. Use  LED  na decoração se desejar uma iluminação indireta,  como um ponto único de luz em cima da mesa , por exemplo.

 

DICA 7: CORTINAS PARA HOME OFFICE

 

Sabemos que a claridade excessiva causa desconforto visual, dificultando a  leitura do que está na tela do computador. Persianas de qualquer material, ( alumínio, madeira, tecido..) são a opção mais prática e eficiente para o  Home Office. Por isso item “cortinas” têm um papel fundamental no controle da iluminação e  temperatura do local de trabalho.

Hoje temos uma grande variedade de modelos e devemos escolher a que permite maior controle de entrada de luz no ambiente.

 

Segundo especialistas “A principal diferença entre persianas horizontais e verticais vai além da  na orientação das peças.

Se o ambiente tiver a janela  voltada para o norte ou sul, recomenda-se a utilização de persianas verticais.

Caso a janela esteja voltada para leste ou oeste, prefira o uso da persiana horizontal. Obedecendo essa regrinha  você quebra a entrada de luz solar de maneira mais eficiente.

 

 

As persianas e rôlos são os tipos mais apropriados. Fonte Hunter Douglas

 

 

Temos certeza de que, depois dessas dicas, você vai sentir-se  à vontade para montar o seu Home Office.  Tem alguma dúvida ou dica para compartilhar com a gente? Escreve aqui nos comentários!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Como escolher, emoldurar e pendurar arte na sua casa

Como escolher, emoldurar e pendurar arte na sua casa

Se voltarmos um pouquinho no tempo, uns 10 anos atrás por exemplo, vamos lembrar que comprar arte era um acontecimento à parte. Afinal era complicado, caro e supérfluo, ou seja, melhor deixar pra lá, né?

Talvez, por esse motivo, a compra de quadros para completar a decoração de um ambiente era a última compra a se fazer. Hoje é possível fazer as escolhas e até mesmo a compra sem muita complicação, pesquisando no Pinterest, visitando sites de itens de decoração e buscando referências em blogs, assim como você deve estar fazendo nesse momento!

Por isso, vamos trazer aqui algumas dicas para te ajudar com as suas dúvidas! Paredes cheias de quadros ou um quadro único para compor a decoração? Quais cores comprar? Por onde começar? Vem que a gente te mostra!

Como saber qual tipo de arte mais agrada?

Bom, para começo de conversa, vale esclarecer que arte não precisa necessariamente estar “prensada” entre vidros ou emoldurada. O conceito de arte é bem amplo, e pode estar relacionado ao formato de uma escultura, um canvas, uma tapeçaria, e até mesmo o trabalho feito por uma criança.

A arte, como tudo que diz respeito a estilo, é um assunto subjetivo, completamente relacionado ao coração. Se você olhou para a peça e sentiu que gostou, isso é o que realmente importa. Saber quem é o artista, se ele é famoso ou não, quanto custou, etc. são questões secundárias.

Mas é claro que, ainda assim, antes que você saia por aí adquirindo quadros para seu espaço, é importante reforçar que existem algumas dicas que garantem o sucesso dessa empreitada.

 

Atente-se às cores e à paleta cromática do ambiente

As cores tem uma força emotiva muito grande e, definitivamente, dão o clima ao ambiente. Se você já vive no espaço onde quer colocar as obras artísticas, lembre de considerar a paleta cromática. A cor e o tom  das suas paredes são importantes, ainda mais se você deseja criar um grande impacto com a peça. Se você ainda tem dúvida de como combinar cores, temos um curso perfeito para te ajudar nessa!

Se as paredes forem brancas, evite quadros com branco, bege, cinza, ou tons pastéis. O resultado pode ficar apagado demais. Quadros claros, com muito branco, são excelentes para clarear cores escuras nas paredes pois trazem luz e amenizam o “peso” de um tom escuro na parede.

Sala com parede escura e quadros de cores claras

Fonte: www.target.com

Já no caso de paredes escuras, como essa da imagem acima que está em tons de marrom claro, veja como a composição de quadros com muito branco ajudam a atenuar. Sempre que considerar um tom escuro para as paredes, lembre-se que ele pode ser amenizado com sobreposições.

Saiba como decorar com tons neutros e white.

Proporções e o local de exposição fazem toda a diferença

Além da questão das cores da parede do local, vale também considerar as proporções e os demais móveis do ambiente. Muitas vezes, é possível iniciar um projeto pela arte e, a partir dela, escolher a paleta de cores do ambiente. 

Você pode adquirir um quadro grande, ou criar uma parede galeria com vários quadros pequenos. A partir disso, veja as cores que devem ser repetidas no ambiente, nos estofados, no tapete, ou em vários objetos decorativos. Essa técnica chama-se Ritmo, e dá a sensação de que todas as peças e móveis do ambiente estão conectados entre si.

Sala com parede clara, um quadro único grande atrás de um sofá roxo com almofadas coloridas

Exemplo de parede com quadro único (Fonte: www.vivadecora.com.br)

Veja o exemplo dessa imagem, acima. A cor do borrão do quadro no canto esquerdo é repetida no sofá, assento das poltronas, no porta retrato e no tapete.

Parede Galeria: como fazer?

Seguindo a tendência mundial de personalizar a casa, proliferou-se o costume de montar Paredes Galerias, que são composições de 7, 10, ou 15 quadros, mais ou menos. Essas paredes aparecem nas cozinhas, salas, corredores, halls, terraços, não importa o local.

Esse conceito é super popular, porque você pode compor misturando quadros que você já possua, somando com quadros novos, relicários, desenhos de criança, foto de casamento, etc. Não existe regra no que se pode expor, porém é necessário um pouco de habilidade para compor, já que ela lida com mistura de imagens, cores e acabamentos. Vale sempre lembrar do círculo cromático e das composições de cores complementares!

Seja para parede galeria ou para um quadro solitário, a questão do emolduramento dos quadros é muito importante. Quando vamos expor um díptico ou tríptico (2 ou 3 quadros parecidos) uma moldura tipo filete é o mais adequado, porque normalmente esse tipo de quadro forma uma sequência e o ideal é não interromper com o visual de uma moldura grossa.

Sala com paredes brancas e vários quadros de tamanhos e artes diferentes

Fonte: www.designmilk.com

 

Sala com 3 quadros na parede com artes florais, e um sofá à frente com almofadas

Tríptico floral com moldura filete em madeira natural. Fonte: Insgrum.com

Outra dica: uma parede com várias fotos em preto e branco é muito elegante, mas um pouco monótona, principalmente se tiver apenas molduras pretas iguais. Já pensou em tentar algo colorido?

Paredes com quadros em molduras coloridas

Fonte: framewalls.com

A solução é tão simples, fazer em preto custaria a mesma coisa e não teria o mínimo de graça.

Em que altura devo pendurar os quadros?

Ah, essa é uma pergunta bastante comum, pois é bem difícil saber se ele deve ficar mais no alto ou no baixo, né? Bem, a resposta é: guie-se pela altura dos seus olhos.

Como regra geral, o centro de um quadro deve ficar na altura da nossa visão e a 30 cm acima do encosto de um sofá. O jeito é pegar a fita métrica para não ter erro!

Gostou das dicas? 

Quanto custa contratar um Designer de Interiores?

Quanto custa contratar um Designer de Interiores?

Conheça todas as maneiras de contratar um especialista em decoração e defina qual a melhor opção para colocar seu projeto de interiores em prática

Quanto custa um projeto de decoração de interiores? Essa é uma pergunta muito corriqueira, mas também muito difícil de responder.

Por quê?

Simplesmente, porque existem várias maneiras de contratar esse tipo de serviço.

Dá uma olhada nessa analogia… Quem nunca precisou dos serviços de uma costureira, seja para fazer um vestido de formatura, ou para mexer numa simples barra de calça?

Pois bem. Um mesmo profissional pode fazer todos os serviços individualmente ou cuidar do pacote todo. Uma boa costureira é capaz de fazer um vestido do começo ao fim, certo? Ela sugere  modelos, faz um croqui, tira medidas, compra o tecido, corta,  molda e costura!

Essa mesma costureira pode, para um outro cliente resolver somente  questões menores como:

  1. Fazer uma barra;
  2. Apertar uma calça;
  3. Atualizar o ”look’ ‘de uma roupa ultrapassada.

E nenhum desses serviços tem o mesmo preço, é lógico.

Assim também ocorre com o profissional que vai cuidar da sua casa, seu escritório, sua loja… Desde uma consultoria específica até o projeto todo, o designer de interiores é mais do que qualificado para o trabalho.

Se as pessoas entendessem dessa forma, cairia de vez o mito de que contratar um designer de interiores é coisa para “gente rica”, daquelas que tem uma mansão para projetar.

decoração-monocromatica-marrom

Fonte: magazineimovel.com

Os diferentes serviços do Designer de Interiores e seus valores de referência (dados atualizados em Julho 2019):

PROJETOS E EXECUÇÃO

Imagine que você acabou de comprar um apartamento e quer contratar um  designer para cuidar de tudo. Ele deve projetar o espaço, de acordo com suas necessidades e gosto, apresentar um orçamento (incluindo materiais e serviços), fazer as compras e acompanhar o dia a dia da obra.

E se você não tiver necessidade de todos esses serviços?

Você pode contratar projeto e execução separados.  E melhor ainda: os serviços podem, na sua maioria, ser realizados online!

Vamos entender as diferenças:

ATENDIMENTO PRESENCIAL:

Projetos: Cliente e Profissional se encontram para troca de informações. O número de reuniões varia de acordo com a complexidade de projeto. As necessidades dos usuários do espaço são expostas para o Designer, e este faz uma “pesquisa” junto ao cliente para identificar suas preferências com relação aos elementos do Design de Interiores, tais como cores, formas, padrões, etc.

Após um intervalo de tempo, o profissional apresenta uma planta baixa com  o layout ( distribuição do mobiliário). Pode apresentar também perspectiva eletrônica,  paginação de piso ou parede, projeto de marcenaria, o projeto luminotécnico, etc.. mas todos esses itens são opcionais. 

Para criação de um projeto básico (layout e perspectiva), os valores cobrados no mercado estão cotados em torno de R$ 100,00 o m2, dependendo da área do imóvel. Quanto maior a área, menor o valor cobrado. Um projeto para um apartamento de 80m2 fica em torno de R$ 8.000,00.

Execução: Não é obrigatório o  acompanhamento de um projeto, mas é bastante recomendável. No caso da contratação do acompanhamento, a obra será visitada periodicamente, normalmente durante as entregas de material e/ou  mobiliário, e no decorrer e dos trabalhos de colocação de pisos, marcenaria, forro, pintura, etc.Também fica sob responsabilidade do escritório do Designer fazer todas as compras, de material de construção a mobiliário. Para tanto, é solicitada a aprovação prévia do cliente para cada item.

O serviço de acompanhamento, custa entre 10% a 20% do orçamento total da obra. Outra prática  do mercado é negociar um “fee” mensal, também baseado no mesmo orçamento. Nesse caso é estipulado previamente o tempo de duração dos trabalhos.  Já conhece nossa consultoria online?

ATENDIMENTO ONLINE:

Projetos Online: os escritórios que desenvolvem o serviço de projetos online cobram  valores por cômodo com metragem mínima de 15m2, o que corresponde ao tamanho de uma sala em um apartamento de 80m². O valor de referência para 15m² é R$ 500,00.

Projetos Online com  Consultoria : a Decoração sem Dúvida é a única empresa no mercado que realiza um projeto a quatro mãos com o cliente. Nosso resultado é eficientíssimo. Qual o diferencial? O cliente faz um dos cursos em vídeo e aprende como pensa um profissional. Na hora de conversar com um de nossos designers, o cliente poderá usar a linguagem que ensinamos. Isso otimiza em 100% o entendimento. As “reuniões” entre cliente e designer ocorrem via Skype ou Whatsapp, como o cliente preferir. O valor do Projeto Online com Consultoria é R$ 399,00 por cômodo, para quem faz um dos nossos cursos.

Além das duas maneiras vistas acima para  contratar um Designer de Interiores, existem consultorias específicas.

planta-residencia-3d

Fonte: limaonagua.com.br

CONSULTORIAS

Consultoria presencial: o designer vai a sua casa ou escritório, onde você apresenta suas idéias e necessidades.

Em 2 ou 3 horas de visita, o profissional apresenta as soluções e você paga por hora. O preço é super variável, baseado no grau de expertise do profissional. Mas, em média, pode-se afirmar que para 2 horas você gastará em torno de R$ 400,00.

Consultoria Online: Diferente da consultoria presencial, quando solicitada online, a consultoria já tem foco:

  • Consultoria para palheta de cores;
  • Consultoria para Compras 
  • Consultoria para desenho de mobiliário;
  • Consultoria para projeto luminotécnico; são alguns dos  exemplos oferecidos.

Algumas consultorias online são atendidas por Skype ou WhatsApp, outras por telefone e tem aquelas que resumem-se a troca de emails.

Os valores cobrados variam de acordo com o método, o tempo dispendido e o tipo de consultoria. Por esse motivo não podemos dar um preço médio, mas você pode conferir aqui sobre nossa consultoria online!

prancha-de-materiais-de-decoração

Prancha de materiais. Fonte: decor8.com

Quer saber qual é o seu estilo decorativo? Com esse quiz você vai descobrir antes mesmo de contatar um profissional.

E, se você tem interesse em aprender a decorar por conta própria como um profissional, não deixe de conhecer nossos cursos e  sua casa ficará do jeitinho que você sempre sonhou, gastando menos do que você imagina.

Se você gostou desse conteúdo compartilhe em suas redes sociais e com quem você gosta e que como você,também curte decoração.

Sala Pequena: quais cores funcionam melhor?

Sala Pequena: quais cores funcionam melhor?

Em dúvida sobre decoração de sala pequena? Aproveite essas sete dicas e sugestões e use as cores ao seu favor para que seu ambiente tenha personalidade!

Os espaços das casas estão cada vez mais reduzidos, principalmente em apartamentos novos. Surge assim o desafio de pensar em ambientes que sejam charmosos, mas também funcionais e completos.

A sala de estar é um dos cômodos que merece uma atenção especial, já que é ali o cartão de visitas da sua casa, onde você vai receber seus amigos e familiares. Ela deve refletir a personalidade dos que vivem naquela casa.

As cores são aliadas na decoração de ambientes pequenos. Alguns designers acreditam que só se deve usar cores claras em espaços pequenos, mas isso não é um consenso. O fato é que cores claras aumentam a sensação de espaço, mas o importante hoje é dar personalidade ao espaço, por isso ficou comum ver o uso de azul carbono, fúcsia, caramelo, verde exército, entre outras cores saturadas em salas pequenas. Use as cores ao seu favor!

Pensando nessa dificuldade de criar uma paleta de cores ideal, nós da Decoração Sem Dúvida criamos um curso online de cores. Mas vamos conferir por aqui, também, sete dicas que separamos para que você deixe sua sala de estar estilosa e cheia de charme, com as tendências de cores para 2019*.

(mais…)

Entre 2019 com 7 mudanças incríveis na decoração da sua casa

Entre 2019 com 7 mudanças incríveis na decoração da sua casa

As pessoas que gostam de decoração de verdade, marcam a passagem do tempo através das mudanças feitas na decoração da sua casa e no seu local de trabalho. Eu, por exemplo, sei que foi no meio de Julho de 2018 que repaginei a estante da minha sala. De super colorida, passou a ter um visual mais natural, em tons neutros com o destaque para vários vasos de plantas. Meu terraço também foi alvo de melhorias, e prateleiras na cozinha..instalei muitas.  Mas chega de falar de mim, e vamos pensar no que anda na sua  cabeça, que assim como eu, é uma apaixonada pelas coisas da casa.

Se  você está pensando em novos projetos para 2019,  vai gostar do que eu separei. São 7 boas maneiras de mudar o visual dos ambiente, sem ter que redecorar tudo.

como decorar a estante

Duas versões da mesma estante e a principal diferença : na 1a os objetos estão guardados em cestos . Na 2a é necessário saber dispor os livros e objetos de forma harmônica.

1a) Bagunça na exposição dos objetos pode causar ansiedade.

Esvazie as prateleira e estude tudo que você tem

Esta proposta não é apenas para quem tem estante em casa, mas para todos que tem algum móvel onde estão expostos vários objetos, como um rack ou aparador. Claro que quanto maior o móvel , mais a mudança vai interferir na decoração total. A primeira regra é válida para qualquer mudança que tenhamos em mente. Limpar o guarda roupa não implica em tirar os modelitos ultrapassados? Na arrumação da casa é a mesma coisa. Se tiver livros, separe aqueles que estão a anos esquecidos na prateleira, e a menos que tenham um tombo bonito, faça uma doação. Coloque tudo que estava exposto em cima de uma mesa e pense: Qual o tipo de resultado eu quero?  Visual monocromático, tudo separado por cores, tudo organizado dentro de cestos ou caixas ?

Vasculhe a casa atrás de novas idéias

Não é porque você tirou aqueles objetos da estantes, que são eles que tem que voltar. Você pode encontrar plantas, fotografias, quadros, velas, caixas, pratos… E se decidir acrescentar algum desses, que seja em trios, no mínimo. Três plantas colocadas em diferentes alturas  (plantas pendentes tipo samambaia), 3 pratos de diferentes tamanhos, várias caixas iguais para guardar coisas dentro ( coias que você acha que não vale a pena expor ( tudo que é muito pequeno não vale a pena expor, só confunde o visual.

Cores para as paredes da sala

Cores para as paredes da sala

,,Conheça como usar cores saturadas e perca o medo

Vou começar por aquilo que ninguém fala. Cores saturadas.

Muito se escreve sobre os neutros.  Isso aumenta seu uso, e com esse aumento, escrevem mais ainda, criando um círculo vicioso. Ninguem quer ficar impopular, deixando de comentar o que já é um sucesso. Afinal quanto mais vemos uma coisa, seja ela boa ou ruim, mais nos acostumamos e deixamos de questionar.

A pintura de uma parede não é um bicho de sete cabeças. Você deve experimentar. Qual o problema se não gostar? Mudar a cor? O gasto não é muito alto, e a experiência pode ser reveladora.

Preto, Branco e Cinza não são cores, são ausência de cor.

E os neutros derivam de cores saturadas. Tanto cinza que se acrescenta numa cor  pura, que ela vira um neutro. Mas isso é assunto para outro post, onde vou mostrar as cores perdendo a saturação.

Aqui quero mostrar ângulos de 5 ambientes onde foram usadas cores vibrantes.

Preparei a referência que identifiquei na cor, usando uma palheta das tintas Coral, portanto o nome da cor que está escrito em cada imagem, pode ser encontrado nos revendedores da Coral.

Eu gosto de repetir uma coisa, quando falo de ambientes com cores muito saturadas. Experimente acalmar a intensidade com quadros brancos, cúpulas de abajur, sofás claros, cortinas. São muitos os recursos para atenuar a saturação, para evitar que ela nos incomode. Considere usar uma cor saturada que você gosta. Uma cor que você compraria uma camiseta. Antes de pensar  : “Deus me livre essa cor na parede” , brinque com as maneiras de diminuir o impacto.

 

Fonte: Arquivo próprio

 

Das cinco imagens que preparei, essa é a mais amena. Azul é a cor que mais agrada as pessoas, no mundo todo. Por isso acredito, não ser difícil convencer alguém a usar um azul esverdeado como esse, na sua sala, ou no seu quarto.

Azul faz parte da família das cores frias, ao lado do verde e do roxo, e as cores frias são conhecidas por acalmar os ânimos. Portanto desde que você evite o azul na área de refeições, ele vai bem em qualquer lugar.

Fonte: Arquivo próprio

 

Verde esmeralda, ou bandeira, no caso da nossa bandeira. Ele está bastante saturado e nem por isso percebemos como uma cor chocante. No exemplo acima a cabeceira da cama ocupa 1/3 da altura da parede. Vemos as cortinas no cantinho que são num tom cru, bem como a colcha. Dois quadros brancos nas laterais, tudo isso atenuou o impacto desse verde lindíssimo. E sempre vai haver o que atenue, pois não vivemos num cômodo feito só de paredes.

Fonte: Arquivo próprio

É bem verdade que nessa imagem vemos apenas o cantinho de um cômodo, mas para o que eu quero mostrar já é o bastante. Essa cor tem o nome oriundo de uma flor, chama-se fucsia. É derivada do Magenta e foi usado repetidamente nos anos 1970, combinado com laranja. Tal combinação era considerada explosiva; diferente de combinar fuscia com turquesa e verde.

Lembra-se que falei que eram cores da família das cores frias? Somada a um piso e tapetes brancos, parede adjacente branca, muito da saturação perde a força.

Portanto a coisa funciona mais ou menos assim: importa mais o que está em volta de uma cor vibrante, do que ela propriamente dita.

 

Fonte: Arquivo próprio

 

Na sala de jantar acima noto uma textura nas paredes, acredito que esteja revestida com tecido. Esse exemplo foi escolhido para mostrar que uma cor com bastante saturação, pode e deve, ser usada junto a ela própria, porém desaturada. Um canto como esse, destacado com outra cor, vira um nicho com função específica, no caso sala de jantar. Existe absoluta harmonia cromática nessa sala, note as cadeiras, elas também são amarelas, bem pouco saturadas.

Fonte: casaclaudia.com.br

Tinha que ficar por último, o temido vermelho, nesse caso um pouco alaranjado. Mais uma vez destaco a harmonia apesar da vibração, tudo funciona, dos estofados brancos  ao tapete nos tons da parede.

Espero que você comece a considerar uma pintura mais ousada na sua casa, no seu escritório, loja, etc. Quanto mais aprendemos sobre as cores, mais ganhamos confiança. Continua aqui com a gente, que vamos falar muito desse assunto.