Como fazer a melhor decoração do quarto pensando nos detalhes

iluminação-no-quarto-do-bebê

ILUMINAÇÃO

Se você leu a parte 1 desse artigo, ótimo já tem as orientações para fazer uma boa escolha quanto às cores, as imagens e os móveis que vão ser usados no quarto do seu  bebê.

Se não leu, leia.

Preferi  escrever sobre  a iluminação, o tapete e a cortina, separadamente, porque não vou falar apenas sobre o aspecto estético desses elementos.

Dos 3 assuntos  mencionados acima o que merece a primeira atenção é a iluminação.

Não se trata apenas de escolher o lustre, sua cor, estilo ou material. Trata-se de descobrir a quantidade de luz que o quarto do seu bebê precisa.

Acho uma excelente ideia simplificar o assunto, instalando um dimmer no interruptor. Porque você só vai descobrir o que deixa seu bebê confortável depois que ele nascer e o quarto estiver pronto.

dimmer-com-controle-remoto

Dimmer com controle remoto. Fonte : aliexpress.com

 

Mas o que é isso?

Dimmers são dispositivos que permitem controlar a intensidade e o brilho da lâmpada a ser utilizada. Por exemplo, vamos supor que o cômodo em questão tenha 9m2  ( nove metros quadrados). Ou seja, 3m de largura x 3m de comprimento.

Utilizaremos essas medidas para calcular quantos lúmens serão necessários para uma boa iluminação. Onde o número 9 é a área quadrada  do cômodo e o número 150  apenas um multiplicador da fórmula:

9m2 X 150 = 1215 lúmens

Portanto para uma boa iluminação geral, são necessárias lâmpadas que resultem num total de 1215 lúmens . Essa informação está disponível na embalagem das lâmpadas LED.

Mas na hora de dar de mamar ou adormecer seu bebê, você não quer um quarto claro, não é?

É ai que entra o dimmer. Quando estiver instalado, você vai acender e apagar a luz por ele, e entre um extremo e outro, existem várias graduações de luminosidade.  

Este pequeno dispositivo vai permitir que você tenha muita flexibilidade. Os bebês ficam irritadiços e ansiosos com muita claridade. A penumbra é útil para conduzir seu filhinho ao sono, preferível à escuridão total, que causa transtorno cada vez que alguém tem que entrar no quarto.

Sem falar que uma iluminação suave garante a todos que acordam durante a noite,  um bom regresso ao sono.

CORTINA

Resolvido a questão da iluminação, vamos escolher  as cortinas.

Regra número 1, quanto menos tecido no quarto melhor, pois tecido demais junta poeira.

Logo fica descartada a cortina com chale que vem até o chão. Ela é bastante decorativa, porém nada prática ou segura num quarto de bebê.

Para usar tecido, deve-se escolher somente aquele que pode ser lavado constantemente. Um linho pré encolhido por exemplo.

Excluindo as cortinas tradicionais, temos:

1.Persianas horizontais de alumínio ou madeira.

2.Rolôs

3.Painéis

quarto-de-menina-com-rolô-hunter-douglas

Quarto de menina com rolô Hunter Douglas. Fonte: hunterdouglas.com

 

Na minha opinião deve-se escolher o  rolô pois as persianas horizontais são mais caras e existem rolôs baratinhos que podem ser customizados. Veja abaixo que idéia bacana.

Você compra a cortina rolô num Home Center como a Leroy Merlin, por exemplo, escolhe um tecido bem bacana ( listas ou xadrez são boas opções) e cola por cima.

Para customizar use a cola para tecido da acrilex, SUPERCOLA PANO.

persianas-customizadas

Fonte www.thediymommy.com

 

TAPETE

Escolher o tapete ideal para o quarto do bebê fica mais fácil se observarmos que a hora certa da compra só ocorre depois de:

  1. No caso de um quarto de bebê, trate o tapete como um acessório decorativo.
  2. Antes dele, escolha como ornamentar as paredes.
  3. Escolha também o tipo e a cor da cortina
  4. Lembre-se da cadeira de amamentar.
  5. Quando  os 3 itens acima estiverem decididos, você saberá se ficou faltando cor, ou já tem demais e se ficou faltando estampa, ou tem demais.
  6. Do que você concluir ,dependerá escolher a “cara”do tapete.

O  tamanho certo:

  1. Se o piso por baixo do tapete for duro ( madeira, porcelanato, cerâmica) compre um tapete que acomode os pés dos móveis grandes.
  2. Se estiver usando carpete ou piso vinílico, e quiser marcar uma pequena área central com um tapete, a medida deve ser menor.

 

Cores e Estampas:

1. Procure não deixar que o tapete se destaque muito do piso. Isso diminui a sensação de tamanho do quarto. Como ele estará mais vísivel do que o piso, as bordas dele ‘demarcarão o tamanho do cômodo.

2. Caso você tenha usado um tecido estampado na poltrona evite usar outra estampa no tapete. Em tempo, listras são aceitáveis.

quarto-de-bebê-que-optou-por-paredes-neutras-ornamemtadas

Quarto de bebê que optou por paredes neutras ornamemtadas com uma composicão de quadros que determinou quais seriam as cores do quarto: Azul, verde e amarelo. Com boas doses de branco, essas cores entraram na cortina, banqueta, tapete, gravuras e protetor de berço. Essa leveza que o branco deu, permiti que se adicionasse uma peça de peso, como uma poltrona azul marinho Fonte:jandjdesigngroup.com

 

Quanto ao material: Sintético ou Orgânico? Lavável em casa? Impermeável? Inflamável? De maneira geral essas são as características:

1.Algodão (  produto natural, macio, fácil de limpar, mantem o ambiente fresco)

2.Lã ( resistente ao fogo, repele a água, aquecem o ambiente e  duram 50 anos)

3.Nylon, Poliester, Acrílico ,Polipropileno ( mais baratos e inflamáveis, desbotam, resistentes a água) 
O quarto está pronto, só tá faltando a melhor parte : a chegada do morador ou moradora!!