Conheça algumas dicas de como deixar o quarto de casal melhor decorado

A primeira coisa que eu gostaria de esclarecer é:

Decorar é uma coisa, projetar é outra.

Decorar é, sobretudo, ornamentar.  E para isso usamos inspiração romântica, moderna, bohemia entre tantas opções.

Projetar é distribuir os móveis da maneira que mais atende o cliente no seu dia a dia, seja em casa ou no trabalho. É calcular a quantidade de luz necessária, o nível de ruído suportável, etc  ….

Todo ambiente tem seus pré-requisitos. No caso de um dormitório de casal  deve existir a preocupação com o princípio da simetria. O resultado de sua composição deve ser equilibrado, não apresentando diferenças visuais entre as metades.

Suponha que você divida o quarto ao meio com uma linha imaginária. Simetria é quando os dois lados do todo apresentam os mesmos elementos.

Exemplo:  Mesas de cabeceiras colocadas nos  dois lados da cama ( não precisam ser idênticas)  luminárias sobre as duas mesas, equilibrío no uso de quadros ou outras ornamentaçoes, contemplando os dois lados.

no-quarto-é-preciso-preocupação-com-o-projeto

Fonte: freshome.com

 

Num quarto de casal, considero excelente que exista a preocupação  da igualdade desde o projeto. Ela será importante para tudo que vem depois.

Normalmente os casais optam por colocar TV no quarto, então é uma boa idéia inserir o aparelho num móvel que tenha outras funções também.

Tudo dependerá da metragem do cômodo, mas pode-se adaptar a TV a uma cômoda, sapateira, escrivaninha…

Algumas vezes a questão dos armários é resolvida ainda durante a obra. Uma empresa especializada em móveis modulares vai aconselhar  você a optar por portas de correr.

Aceite, vai custar mais caro, mas vai compensar muito.

Se sua casa não é nova e você precisa fazer uma ginástica para abrir, passar, fechar as portas, considere retirar as portas da parte do armário que você mexe todos os dias por exemplo.

E decorá-la com um belo tecido!

decore-as-portas-do-armário-com-tecido

Fonte:renotalk.com

 

Iluminação

Muito do que estamos conversando depende da metragem do quarto.

De maneira geral os apartamentos novos com área total  até 120m2 dedicam entre 9 a 12m2 para o dormitório principal, sem contar a metragem do banheiro que compõe a suite.

Sabemos que prédios ou casas mais antigos trabalham com medidas acima de 12m2.

Em se tratando do primeiro ou o segundo caso, o cálculo da iluminação vinda do teto será necessário.

Existem fórmulas complexas porém para um ambiente pequeno você pode confiar no resultado da fórmula abaixo:

Area X 15 = watts necessarios para iuminação básica.

Considerando que o seu dormitório tenha 9m2

9X15= 135 watts.

No nosso exemplo de quarto, os 135 watts serão colocados  em lâmpadas na luminária do teto, aquela que se acende da entrada . Minha recomendação é que você não dependa apenas da luz do teto, ela é geral, ruim para a leitura, e nada romântica.

Um quarto de casal não pode prescindir de arandelas ou abajures ao lado da cama, e de preferência um que tenha dimmer.

Dê uma de eletricista, e troque o interruptor original por um dimmer.

troque-o-interruptor-original-por-um-dimmer

Fonte:arquidicas.com.br

 

Trata-se um um dispositivo que regula a intensidade da luz. Você vai escolher entre uma luz suave, e algumas gradações de penumbra. Essa luz agradável facilita cair no sono.

Ela dá conforto visual.

É possível comprar o interruptor separado e trocar o do seu abajur. Mas atenção não são todos os dimmers que aceitam lâmpadas LED. Por isso cheque na loja antes de comprar.

Cortinas

As cortinas de tecido que vão do teto até o chão sempre são as mais bonitas, as que ‘vestem’ melhor as paredes. Mas seu volume é um inconveniente.

Devido o tamanho reduzido dos cômodos, as cortinas de tecido ficam muito próximas das camas.

É impossível que ela nao retenha pó,  pelos de animais, até mofo, e isso vai afetar a qualidade do ar que vôce respira.

Por isso recomendo escolher persianas horizontais ou rolô. São tipos de cortinas que fazem o recolhimento para cima, em direção ao teto.

persiana-romana-ocupa-pouco-espaço

Persiana romana ocupa pouco espaço. Fonte: Pinterest

 

Esse post poderia ser enorme, cheio de idéias de decoração para você se inspirar. Mas penso ser mais útil passar um pouco da experiência que acumulei fazendo alguns quartos de casais.

Contando uma História…

As experiências que mais ensinam são aquelas que em que sou chamada para “descobrir” o que há de errado no ambiente….

É comum esse tipo de consultoria e no caso de dormitórios isso acontece quando um dos conjuges reclama que não se sente a vontade.

Veja o que aconteceu nessa entrevista:  O quarto tinha acabado de ser redecorado para que o espaço se tornasse um cantinho para onde fugir e relaxar, recarregar as baterias.

Essas foram as informações que a cliente me passou antes de me conduzir ao quarto.

Vou descrever o que vi quando entrei:

Começando pelas paredes, a maior área, essas eram cobertas com papel de parede bege e bordô, com estampa geométrica miúda.

A cabeceira da cama, forrada em tecido, era ladeada por duas mesas de cabeceira, laqueadas em dourado. Sobre elas havia  “bowls”( tigelinhas) de potpourri ( pétalas secas perfumadas), que exalavam um perfume muito doce. (a técnica da  laqueação produz uma acabamento brilhante).

O tapete, bege clarinho e super peludo, tinha uns 40mm de altura.  (Normalmente usa-se tapetes de 7mm).

Finalmente a cortina compunha-se forro e chale. O forro feito em  tecido blecaute para manter o quarto sempre na penumbra, e o chale em seda.

Quando sentamos na sala, a cliente me relatou o que imaginou antes de criar e executar essa decoração:

“Queria fazer um ambiente totalmente diferente do resto da casa, acolhedor ao máximo, por isso escolhi tapete peludo, e pensei muito nos aromas, como são importantes! As cortinas são elegantes, mas práticas também, pois tudo fica escuro quando necessário,e o blecaute protege os móveis e tapete dos raios de sol. Laqueei mesas de cabeceiras antigas pensando em reutilizar móveis que já possuia,e acho que elas combinam com o clima romântico do quarto”

E concluiu:

“Não consigo entender por que meu marido diz que não consegue relaxar no quarto novo”.

Depois de ouvi-la percebi que havia muita coerência no que dizia, não tinha dúvidas que ela atingiu seus objetivos na decoração.

Mas em se tratando de quarto de casal….. é necessário satisfazer os dois, não apenas um.

quarto-com-parede-vermelha

O casal precisa combinar 100% para viver num quarto com paredes vermelhas. Fonte wenda.com

 

Em 2013, o Depto de Marketing do College of  Business de Mississippi, Estados Unidos,  realizou uma pesquisa entitulada;  A “atitude do consumidor e o comportamento de compra de móveis para o lar.’

Do universo de pessoas que tinham um companheiro (a), 71.6%  disse consultar seu par na hora de comprar um móvel. E mais importante ainda, 67.8% responderam que seu companheiro (a) tem um papel ativo nessa compra.(acompanha até o local, ou assiste a compra na internet).

31% dos entrevistados informaram que levam seus filhos às lojas para escolherem  moveis juntos.

Quando questionados sobre ‘Ó que o mobiliário da sua casa significa para você?’’um total de 72%, entre homens e mulheres respondeu que a mobília de sua casa expressa a sua personalidade.

Outras questões da pesquisa buscavam respostas relacionadas à venda de móveis pela internet.

Das conclusões gerais, a que mais surpreendeu  a esquipe de marketing foi a alta  participacão do cônjuge  masculino na decisão de compra.

Por que contei essa história e acrescentei os dados da pesquisa?

Para enfatizar que,  a menos que uma pessoa more absolutamente sozinho(a), ela tem que levar em consideração a personalidade do outro, com quem divide o espaço. E não apenas no quarto dividido, mas em todos os ambientes da casa.

Voltando a casa da minha cliente,pedi para conhecer a visão do marido.

De cara ele se mostrou  uma pessoa mais reservada, e logo percebi onde estava o problema.

A decoração estava muito intensa para ele. Nascido nascido no campo, tinha  referências  de casa que passavam longe da cor dourado.

A luz numa fazenda é natural, nāo lhe parecia certo manter o ambiente na penumbra.

Pintamos as paredes num tom de cinza quente e escolhemos,a seis mãos as gravuras.

Cobrimos as mesinhas de cabeceira com tecido e trocamos as cortinas por persiana. Mantivemos o tapete e diminuimos a quantidade de potpouri.

Dessa forma a paz voltou a reinar.