Ambos profissionais com formação superior.

Pergunte a um arquiteto a diferença entre as duas profissões e ouvirá que ele pode fazer o trabalho do designer. Assim, simples e direto.

Faça a mesma pergunta a um designer de interiores e ouvirá que o nível do ensino das escolas de Design evoluiu muito nos útimos 20 anos e que se a sua necessidade não incluir obra externas, entāo está falando com a pessoa certa .

Ambos arquitetos e designers  ( aqui não se incluem os decoradores) são qualificados a criar/desenhar  espaços com o objetivo de solucionar problemas através  de planejamento espacial. E o fazem buscando a alternativa mais agradável esteticamente. A arquitetura e o design de interiores são áreas que mesclam ciência à arte.

salão-internacional-do-móvel-de-milão-em-2016

Salão Internacional do Móvel de Milão-2016 Fonte:milaonasmaos.it

 

Vamos olhar primeiro as semelhanças entre os dois:

Ambos têm conhecimento de:

– Normas  e regulamentações;

– Programas de computador como auto CAD;

– Interpretar os desejos e necessidades dos clientes;

– Materiais disponíveis no mercado, para revestimentos de cada parte da obra e os escolhe com os clientes;

– Acabamentos possíveis para o mobíliario, e os escolhe com o cliente;

– Paginar pisos/paredes

E têm capacidade para:

– Planejar o espaço

– Desenhar suas idéias;

– Projetar seguindo as normas técnicas de ergonomia, acústica e luminotécnica,

– Comandar uma equipe de empreiteiros;

– Fazer gestão de orçamento.

muita-água-compondo-uma--piscina-de-borda-infinita

Muita água compondo uma piscina de borda infinita, junto a linhas simples,deixam a natureza aparecer . Estas são as marcas do arquiteto japonêse Tadao Ando, neste projeto executado em Monterrey, México. Fonte:dailymail.co.uk

 

Agora as diferenças:

O arquiteto:

– Opina sobre localização,legislações idílicas e urbanas,aspectos ambientais e topográficos;

– Desenha toda a estrutura de um prédio ( exterior e interior)

– Inclui rede életrica e de esgoto nas suas plantas;

– Sugere fontes de energia;

– Providencia alvará de construção;

– Foca na aparência do prédio do lado de fora

O designer de interiores:

– Leva mais a fundo o entendimento da história do futuro usuário do espaço,usando para isso  seu conhecimento em psicologia ambiental;

– Avalia integrar no design peças pertencentes à família;

– Elabora as palhetas de cores para cada ambiente;

– Orienta a escolha de tecidos, móveis, arte, metais, eletrodomésticos.

designer-de-interiores

Fonte :piiroinen.com

 

A dúvida sobre quais são as diferenças entre as duas profissões sempre existiu.

Na minha opinião, parte dessa confusão acontece devido ao fato do design de interiores, como profíssão, existir a pouco tempo (+/- 30 anos). Muito  recente,quando comparada a história dos arquitetos. Sabe-se que a palavra arquiteto apareceu pela primeira vez no  English Oxford Dictionary em 1563….

Mais recente ainda se considerarmos que desingner de interiores como profissão só foi regulamentada em 12.12 2016. A lei federal sancionada, garante o exercício para elaborar projeto e executar obras nos espaços internos e externos contíguos a estes.

A 30 anos o design era executado pela dupla arquiteto/decorador, e por isso as pessoas leigas ainda pensam que designer de interiores é igual a decorador.

Esclarecendo, decorador não tem educação formal, podendo ser inclusive auto didata.

Isso não é demérito nenhum, em 1970 minha mãe executava a função de decorar salões de festas de prédios com toda competência. Foi auto didata, como tantos outros que estudavam o mobiliário, as cores, iam a museus, para instruir-se na falta de uma educação formal.

Com a ajuda de tapeceiros, marceneiros e cortineiros foram todos apreendendo juntos.

Porém muita coisa mudou da década de 80 pra cá, e certamente não foi a história do mobíliario ou da arte.

O escopo da profissão de designer de interiores aumentou e com isso aumentaram suas responsabilidades. Os cursos graduados passaram a incluir na sua grade, aulas de técnicas estruturais da construção, o que estreitou as divisas com o curso de arquitetura.

Hoje o designer precisa considerar tudo que vai nos interiores de uma  construção  e que esteja relacionado aos usuários, a saber: materiais básicos, acabamentos, necessidades elétricas, encanamento, ventilacão, ergonomia, e  claro, uso inteligente do espaço. Sendo assim é natural que ele precise acompanhar cada etapa da obra.

designer-preparando-evento

Designer preparando evento. Fonte:houseandgarden.co.uk

 

Houve um aumento considerável na gama de materiais usados num projeto.  

As opções para revestimentos, acabamentos, automação, são tantas que os grandes escritórios de design mantêm um departamento exclusivo para estudo e aplicação dos lançamentos que vem acompanhados de  complexas especificaçoes técnicas.

Enquanto acompanham os avanços da tecnologia, os designers  adaptam-se às  constantes mudanças  que vem ocorrendo   com a família  e  a configuraçāo da casa.   Vários são os motivos para essas mudanças , entre eles o fato da economia estar mais fraca em todos os continentes, portanto as soluções tem que ser mais criativas.

O mundo vive totalmente conectado.  Por exemplo, um lançamento  ocorrido na Feira de Movéis de Milão, viaja o mundo através do  Instagram em segundos.  Rapidamente vira objeto de desejo nas partes mais longínquas do globo

A informação voa, e inunda as pessoas ,não deve haver duvida sobre o espaço do arquiteto e do designer de interiores.

Para mim está claríssimo que, cada vez mais, os dois serão necessários.

projeto-de-arquitetura-e-design-de-interiores

Projeto de arquitetura e design de interiores.fonte: allabouthomedesign.com